AVESSO

Ação-Instalação realizada com o artista Mauricio Ianês na Fundação Iberê Camargo. Ao virar do avesso a instituição, a obra propõe um questionamento sobre como as relações são criadas dentro de um espaço institucional artístico, ampliando as possibilidades de criação e distribuição do sensível de forma coletiva e transparente, onde os afetos que atravessam, distanciam ou aproximam estas presenças temporárias são ampliados e revelados, em um espaço de discussão e criação política e estética. Com 3 meses de duração, o público e trabalhadores do museu eram convidados a participar de quatro ações. Ao fim deste período, o resultado são salas preenchidas com nomes, marcações de corpos e esculturas de resíduos, criando uma grande ação-instalação em processo.

Avesso em Iberê Camargo