MORTA SIM, FEIA NUNCA

Performance realizada em Porto Alegre, residência artística “Jogos de Aproximação”, na Galeria Península onde me deitei em frente alguns templos de diversas religiões para questionar feminicídios e leis contra direitos reprodutivos decretados pela bancada da BBB, conhecida comi bancada da Bala, da Bíblia e do Boi, do congresso Brasileiro.
Quantas precisarão morrer para nos darmos conta?

Material: Fotografia, série

Tamanho: 60 x 80 cm